Blog

O Blog INFLOR tem o objetivo de contribuir com o crescimento dos setores florestal e agrícola, por meio de debates com alto valor agregado. Confira os conteúdos exclusivos que temos para você!

Pesquisar

Por que é importante ter o engajamento social no mercado de carbono?

O mercado de carbono é promissor e tem sido discutido com maior frequência em eventos mundiais, como a Conferência do Clima – que acontece anualmente. Este setor pode impulsionar o crescimento do Brasil, por exemplo, que é capaz de gerar 15% do potencial global de novos créditos de carbono, por meio de atividades naturais, segundo estudo da McKinsey.

Porém, para crescer ainda mais, é preciso que a sociedade esteja engajada com a causa. A participação social da comunidade corresponde a critérios de mais um pilar do ESG (além do ambiental) e, desta maneira, promove a aproximação entre ela e o mercado corporativo. Esta parceria pode proporcionar a criação de projetos promissores – especialmente voltados para o mercado de carbono.

Quer saber qual é a importância do engajamento social para o mercado de carbono? Então continue a leitura deste conteúdo, elaborado por nós, do Blog da INFLOR, para descobrir!

Boa leitura!

Veja mais – Como a indústria florestal pode contribuir com a redução da emissão de carbono?

O que é o mercado de carbono?

Também conhecido como mercado de créditos de carbono, esse setor busca compensar as emissões de carbono – um dos principais gases de efeito estufa (GEE) – por meio da aquisição de crédito. Além de contribuir para o ambiente, o mercado de carbono estimula a economia mundial, como aponta um estudo realizado pela WayCarbon. Até 2050, este mercado pode gerar mais de 8 milhões de empregos e movimentar quantias entre US$493 milhões e US$100 bilhões, segundo a pesquisa, em todo o planeta.

Qual é o potencial brasileiro neste mercado?

Ainda de acordo com o estudo da WayCarbon, que foi apresentado no evento Fronteiras e Tendências (Frontend) no ano passado, o Brasil tem capacidade de atender de 5% a 37,5% da demanda mundial do mercado de carbono voluntário. Já em relação ao mercado regulado de carbono, a expectativa é que o potencial esteja entre 2% e 22%. Ambas as estimativas da pesquisa são previstas até 2030.

E como a sociedade pode colaborar em projetos do mercado de carbono?

Caso o país continue a liberar níveis altos de GEE para a atmosfera por meio de ações como o desmatamento, a emissão desses gases pode aumentar em até 137% até 2030, como indica um estudo do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Essa estimativa vai contra o compromisso internacional que o Brasil firmou, pelo Acordo de Paris, em 2015, de diminuir a pegada de carbono até 2030 em cerca de 50%. E, diante deste cenário, o engajamento social é essencial para projetos que contribuam com o crescimento do mercado de carbono.Isso acontece porque, quanto mais a população participa dos projetos de empresas que atuam em suas comunidades, maior é o conhecimento corporativo acerca dos benefícios e dos prejuízos causados pelos gases de efeito estufa, por exemplo, para a sua própria comunidade.

Imagem representa o mercado florestal unido ao mercado de carbono.

O engajamento social, neste caso, abre o leque de oportunidades em meio ao mercado de carbono para o setor corporativo. Novos projetos podem ser elaborados e realizados – em parceria entre empresa e comunidade –, além de ter maior sensação de pertencimento, tanto da população quanto da corporação. Isso também garante maior transparência para a sociedade e para possíveis acionistas – o que atende, ainda, ao pilar de governança do ESG.

INFLOR: uma parceria entre o setor empresarial e a floresta

Nós, da INFLOR, temos o compromisso de contribuir para um mundo mais verde. Portanto, auxiliamos as empresas que fazem o manejo florestal a tornar seus processos mais eficientes e, assim, colaborar para a cadeia no cálculo de emissões, projetos de descarbonização e crédito de carbono.

Para isso, temos a solução INFLOR Forest, que suporta o gerenciamento de ativos florestais com alto grau de especialização, o que garante a rastreabilidade das operações e controle na administração de serviços terceirizados e insumos empregados. Além disso, o nosso sistema florestal assegura gestão efetiva de custos, com ganhos de produtividade nas florestas – o que promove, ainda, maior visibilidade do retorno sobre o investimento.

Convidamos você, leitor, a conhecer mais sobre o assunto e se juntar a nós nessa missão. Para saber mais sobre as vantagens do INFLOR Forest, fale com um de nossos especialistas. Será um prazer te atender!

Conheça o Blog da INFLOR

Que tal ter atualizações constantes sobre o mercado florestal em nosso blog? Por aqui, você sempre encontrará informações valiosas para a sua gestão florestal. Aproveite alguns conteúdos que podem ser de seu interesse:

Hidrogênio verde: solução em alta para redução da emissão de GEE

Quais as diferenças entre os escopos de medição de carbono?

Agende uma reunião e conte seus objetivos

Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar a sua empresa a alcançar resultados de alta performance. Estamos à sua disposição.